top of page

TÁBUA | MP determina a traficante de droga a apresentação à GNR e não pode sair do País

O Ministério Público apresentou a primeiro interrogatório judicial, no passado dia 23 de setembro, um detido, do sexo masculino, com 51 anos, pela prática de um  crime de tráfico de estupefacientes, em Tábua.



Os factos fortemente indiciados ocorreram no dia 22 de setembro de 2022, no concelho de Tábua. O arguido procedia ao cultivo de plantas de canábis, bem como ao seu corte e preparação, para venda e cedência a terceiros.

A execução de buscas domiciliárias e não domiciliárias permitiu apreender, designadamente, 32 plantas de canábis, 145,08 gramas de cabeças de canábis, 133,852 gramas de canábis (folhas e sumidades), 2,027 gramas de canábis (resina), € 1 529,92 em numerário e diverso material para cultivo e produção da canábis.



O juiz de Instrução Criminal determinou que o arguido aguardasse os ulteriores termos do processo sujeito às medidas de coação de obrigação de apresentação, duas vezes por semana, à autoridade policial e à proibição de se ausentar do país, sem autorização.



A investigação é dirigida pela Unidade Local de Tábua do Departamento de Investigação e Ação Penal da Comarca de Coimbra, com a coadjuvação do Posto Territorial de Tábua da GNR.




517 visualizações

Comentários


bottom of page