top of page

Tábua anfitriã do Encontro Nacional da Rede Territorial das Cidades Educadoras

Quatro anos após a sua adesão à Associação Internacional de Cidades Educadoras (AICE) e consequente integração na Rede Territorial Portuguesa de Cidades Educadoras, o Município de Tábua acolheu, na passada sexta-feira, 14 de outubro, no Auditório do Centro Cultural, o Encontro Nacional da Rede Territorial das Cidades Educadoras, com um total de 79 participantes, representantes de mais de 30 cidades portuguesas.



A sessão de abertura contou com as intervenções de Ricardo Cruz, Presidente da Câmara Municipal de Tábua, e Susana Mendes, Vereadora da Educação, Formação e Empreendedorismo Jovem.


O Presidente da Autarquia manifestou a enorme honra que é para Tábua receber este Encontro Nacional, salientando que para a concretização da estratégia de desenvolvimento do Concelho “não podemos deixar de comungar dos princípios definidos pela Carta das Cidades Educadoras e de nos revermos numa estratégia de promoção, no envolvimento e qualificação dos nossos cidadão e na construção de uma cidadania ativa e responsável”.



Para Susana Mendes, a condição de cidade educadora passa pela “educação não formal”, salientando que pela nossa proximidade à população, pelo conhecimento pleno do território, das problemáticas e dos agentes económicos, “temos a responsabilidade de contribuir para o bem-estar dos tabuenses, favorecer o seu crescimento pessoal e reduzir as desigualdades” e tal também se faz com base nos princípios enunciados nesta Carta. “A construção de uma Cidade Educadora não é feita através de régua e esquadro, já que os territórios e seus recursos diferem entre cidades. Contudo, existem dinâmicas comuns que se apresentam como importantes para a sua prossecução”, pelo que importa o seu aprofundamento.


Seguiu-se a apresentação das boas práticas associadas às Atividades Educativas no Município de Tábua, tendo os Técnicos do Município abordado as áreas da educação (Atividades de Enriquecimento Curricular, na área de musica), desporto, ação social (Academia Sénior de Tábua) e cultura, dando enfâse a vários Princípios da Carta das Cidades Educadoras, tais como “Política educativa ampla”, “Promoção da saúde”, “Diálogo Geracional”, “Associativismo e voluntariado”, “Adequação dos equipamentos e serviços Municipais” ou ainda ao “Acesso à Cultura”.



A manhã terminou com o painel “Educar para a Mobilidade Ativa Clicável”, o tema basilar deste encontro, durante o qual foram partilhadas interessantes experiências e projetos promovidos pelo Instituto Português do Desporto e Juventude), pela MUBI – Associação pela Mobilidade Urbana em Bicicleta) e pela APSI – Associação para a Promoção da Segurança Infantil).


Durante a tarde decorreu a apresentação da Plataforma digital MyPolis e a reunião da Rede Territorial Portuguesa das Cidades Educadoras, dinamizada pelos Municípios que integram o Comité Executivo da RTPCE, nomeadamente, Almada, Lagoa, Lisboa, Loulé, Torres Vedras e Vila Nova de Famalicão.



O encerramento do Encontro Nacional da Rede Territorial das Cidades Educadoras esteve a cargo do Vice-Presidente da Câmara Municipal, António Oliveira, que congratulou os presentes pelo sucesso dos trabalhos e pelas enriquecedoras experiências obtidas ao longo do dia, fazendo votos para que a partilha seja profícua em termos de dinâmicas futuras entre os Municípios.w




35 visualizações

Comments


bottom of page