top of page

POLICIA JUDICIÁRIA DETEVE INCENDIÁRIO FLORESTAL NO CONCELHO DE O. HOSPITAL

A Polícia Judiciária, através da Diretoria do Centro, com a colaboração da Guarda Nacional República de Oliveira do Hospital, deteve um homem, de 24 anos, pela presumível prática de um crime de incêndio florestal, ocorrido no dia 26 de julho, nas imediações da cidade de Oliveira do Hospital, em Chamusca da Beira.


“Por volta das 15H30, o suspeito, usando chama direta, colocou um incêndio em zona florestal povoada com mato, silvado e pinheiros, dentro de uma vasta mancha florestal, que teria proporções mais gravosas caso não tivesse havido uma rápida intervenção de populares e dos bombeiros de Oliveira do Hospital”, adianta a PJ hoje em comunicado enviado à CentroTV.

A atuação do suspeito “colocou em perigo a integridade física e a vida de pessoas, bem como habitações e a uma vasta mancha florestal”, refere ainda a PJ.


Existem fortes suspeitas do indivíduo em causa ser autor de outros incêndios, ocorridos este ano, na mesma zona de Oliveira do Hospital.

A CentroTV apurou que o jovem fazia parte da Fanfarra dos bombeiros de Oliveira do Hospital, mas não pertencia ao corpo de bombeiros. Trabalhava numa empresa de fabrico de pastelaria e depois de algumas suspeitas, o patrão acabou por o apanhar em flagrante a deitar fogo numa zona florestal.

O detido, já com antecedentes criminais por crimes de incêndio, na zona de Miranda do Corvo, foi presente a primeiro interrogatório judicial ao Tribunal de Instrução Criminal de Coimbra, tendo-lhe sido aplicada a medida de coação de prisão preventiva.


Notícia: CentroTV



377 visualizações

Commenti


bottom of page