top of page

Olga Nunes é candidata à liderança das Mulheres Socialistas

Olga Nunes é a única candidata à liderança das Mulheres Socialistas – Igualdade e Direitos (MS-ID) de Coimbra, cuja eleição decorre já no próximo sábado, 5 de Novembro.


Ainda há muito a fazer para alcançar uma sociedade mais igual, nomeadamente, no espaço político, combatendo atitudes e estigmas que não permitem o exercício efetivo e pleno da cidadania e desmontando todo o discurso que culpa a mulher pela sua própria exclusão e não adaptação na esfera política”, afirma a candidata, que se apresenta a este ato eleitoral com a moção “Maior Participação, Mais Igualdade”, sendo mandatária desta candidatura Maria Adelaide Claro, e como proponentes, militantes de todos os concelhos do distrito de Coimbra.


Socióloga de formação e residente no concelho de Tábua, Olga Nunes é militante do Partido Socialista (PS) desde 1999 e pretende com esta candidatura “dar voz a mais mulheres, que em cada ponto deste distrito, se querem fazer ouvir e contribuir para as decisões que afetam o seu território e a sua comunidade”.



A atual deputada e líder da Bancada do PS na Assembleia Municipal de Tábua foi a primeira coordenadora da Comissão Política das Mulheres Socialistas de Tábua e desde 2020 que integra os órgãos das estruturas federativas das MS-ID a nível distrital e nacional. O seu percurso político combinado à sua experiência profissional exercida em vários Municípios, em áreas como a educação, a cultura, o emprego e a ação social, bem como o seu envolvimento em projetos de associativismo no concelho de Tábua, estão na base da sua predisposição e ação para assumir este desafio político, onde “a luta por ideais como a igualdade de género e de oportunidades é algo fulcral na sociedade”, como assumido por Olga Nunes.



A candidata considera que “devem existir políticas e estratégias que apostem na sensibilização e na formação das mulheres, fazendo perceber a extrema importância da sua participação cívica. Quando estas não participam estão a deixar que o seu futuro seja decidido por outras pessoas”.


Consciente das realidades e necessidades existentes num distrito de dimensão considerável, cuja participação feminina urge trazer na afirmação do Compromisso para com a Igualdade e a Não Discriminação, Olga Nunes pretende centralizar a intervenção da Estrutura Federativa MS-ID de Coimbra, assente em três propostas que considera fundamentais.



A realização de iniciativas que incentivem a aproximação e a participação das mulheres militantes e simpatizantes na esfera política; a descentralização de atividades e reuniões, promovendo assim, um trabalho de proximidade às concelhias e com todas as militantes do distrito de Coimbra, e por último, possibilitar uma maior capacitação e apoio às autarcas socialistas no distrito.


Outro dos objetivos é intensificar a articulação e o trabalho com as estruturas concelhias, federativas, nacionais e a própria sociedade civil, alinhadas com as políticas do Governo Socialista e do Departamento Nacional das Mulheres Socialistas, promovendo a Igualdade de forma transversal nos desafios estratégicos de combate às desigualdades sociais, face aos contextos socioeconómicos e representatividade feminina dos vários concelhos do distrito de Coimbra.

Para Olga Nunes, “a participação e a intervenção cívica e política das mulheres é essencial para uma mudança plena, justa e equilibrada na construção de uma sociedade que se pretende mais inclusiva, igualitária e progressista”, apelando ao voto de todas as militantes socialistas do distrito, para que “alicerçadas nos princípios do Partido Socialista, como a Solidariedade, a Liberdade e a Igualdade, possamos construir um Futuro mais participativo, mais igual e mais justo”, adianta em nota à MourosTV.




57 visualizações

Comments


bottom of page