top of page

LESADOS DOS FOGOS EXIGEM 100 MILHÕES DE EUROS NO OE PARA AJUDAR REGIÕES AFETADAS

O Movimento de Apoio às Vítimas dos Incêndios de Midões( MAAVIM) defendeu, ontem, a inclusão de 100 milhões de euros no Orçamento do Estado para ajudar a recuperar agricultura...


“Já é tarde, mas ainda viria a tempo de poder ajudar a que a economia do interior pudesse vir a ter alguma vida diferente da que tem”, afirmou o responsável, que falava aos jornalistas numa conferência de imprensa, em Coimbra.

Na conferência, Fernando Tavares Pereira voltou a exigir ao Governo para que reabra as candidaturas aos apoios na agricultura, considerando que há milhares de produtores que ficaram de fora das ajudas estipuladas pelo Estado.

Segundo a MAAVIM, houve 30 mil declarações de prejuízos, mas apenas 25 mil receberam apoios. Para além dessa questão, o movimento voltou a alertar para outros problemas nos apoios à agricultura, que também têm sido relatados por produtores à agência Lusa, nomeadamente a atribuição de valores abaixo do preço de mercado por material que necessita de ser reposto, o que leva a que candidaturas possam chegar a ter “cortes de 70%”.

Luís Brito, produtor afetado do concelho de Oliveira do Hospital, também presente na conferência de imprensa, acusou o Ministério da Agricultura de agir “de má fé”, sublinhando que as pessoas “foram esquecidas e abandonadas”. “A justiça tem que ser reposta. É uma região muito grande, foram 200 mil hectares que arderam quase de forma contínua e o ministro abandonou-nos completamente”, realçou. Os incêndios de outubro de 2017, que atingiram sobretudo a região Centro, provocaram pelo menos 50 mortos, além da destruição de centenas de casas, empresas, infraestruturas e vasta área florestal.

Fonte: LUSA


20 visualizações

Comments


bottom of page