top of page

Espaço CULTIVA assume-se como espaço criativo e de promoção do empreendorismo

O Dia do Feriado Municipal, dia maior do Concelho, foi a data escolhida pelo Executivo Municipal para inaugurar o Espaço Criativo CULTIVA – Criatividade, União, Laboratório, Tábua, Ideias, Valores e Artes, equipamento promotor do desenvolvimento económico do Concelho, uma das prioridades assumidas para o presente mandato autárquico.


Em cerimónia presidida pela Secretária de Estado do Desenvolvimento Regional, Isabel Ferreira, e na presença do representante da CCDRC, Bernardo Campos, do Presidente do IPN, João Gabriel Silva e de Autarcas e representantes de Entidades Regionais e Locais, o Presidente da Câmara Municipal de Tábua, Ricardo Cruz, conduziu uma visita às instalações, explicitando as várias áreas que o mesmo irá acolher.


Tendo sido unânime a qualidade da intervenção, que permitiu requalificar um antigo armazém municipal, o CULTIVA está dotado de todas as condições para o apoio ao tecido empresarial, nomeadamente através de uma incubadora de empresas onde serão fixadas startups, ligadas ao conhecimento, à criatividade e à inovação, um espaço de cowork, que fomente o teletrabalho e a atração de nómadas digitais cuja procura teve uma explosão neste período de pandemia, bem como uma área destinada à formação profissional e à qualificação das pessoas, sobretudo os mais jovens, que será dinamizada pela EPTOLIVA.


No CULTIVA, que representou um investimento superior a 1 milhão de euros por parte do Município de Tábua, apoiado pelo CENTRO2020 através da CCDRC, ficará ainda instalado o Gabinete de Apoio ao Empresário, dinamizado pela ADI e pela AIRV, com o objetivo de dinamizar e apoiar a modernização do tecido económico local.


Com o objetivo de integrar os serviços prestados em redes de conhecimento já consolidadas, foi formalizado um Protocolo com o IPN - Instituto Pedro Nunes, cujo Presidente, Dr. João Gabriel Silva, evidenciou a importância da criação de estruturas com esta vocação disseminadas por toda a região, demonstrando a abertura do IPN em apoiar as dinâmicas e as capacidades instaladas neste território, num trabalho de grande proximidade com os agentes locais.


A Secretária de Estado do Desenvolvimento Regional, destacou o facto do CULTIVA já estar integrado na rede nacional de teletrabalho criada pelo Governo, felicitando o Município de Tábua pelo exemplo que transmite ao País, ao demonstrar que os territórios do Interior são espaços de oportunidade que respondem às novas tendências da sociedade, permitindo atrair novas empresas e trabalhadores mais qualificados para estas Regiões, fomentando a ligação com o Sistema Científico e Tecnológico Nacional, de que é exemplo o protocolo com o IPN, contribuindo deste modo para a sua afirmação no contexto nacional.

Ricardo Cruz evidenciou a lógica de apoio ao empreendedorismo de base local que está associada ao CULTIVA, designadamente de atração de novas empresas e criação de emprego qualificado, e de disponibilizar condições aos jovens para iniciarem a sua atividade e desenvolverem o seu projeto de vida, sendo uma estrutura que se constituirá como uma referência não apenas para Tábua mas para toda a Região.



99 visualizações