top of page

Conheça as Freguesias de Tábua que serão alvo de fiscalização florestal

Conheça as Freguesias do concelho de Tábua, que serão alvo prioritário de fiscalização florestal.

As Freguesias de Candosa, Carapinha, Mouronho, Póvoa de Midões, São João da Boa Vista, União das Freguesias de Covas e Vila Nova de Oliveirinha, União das Freguesias de Espariz e Sinde, União das Freguesias de Pinheiro de Coja e Meda de Mouros. Estas são as oito freguesias do concelho de Tábua que vão receber uma atenção especial da fiscalização da gestão de combustível, no âmbito da defesa da floresta contra incêndios.


O Governo identificou este ano 1.002 freguesias prioritárias, menos 112 do que as 1.114 identificadas em 2020.

“A identificação destas freguesias prioritárias permite uma eficiente utilização dos recursos humanos e técnicos das entidades envolvidas na fiscalização do cumprimento das regras de limpeza dos terrenos, num contexto de enorme pressão sobre os recursos públicos decorrente do combate à pandemia de covid-19 e quando está em causa uma dimensão territorial que excede os seis milhões de hectares”, avançou o executivo, num comunicado conjunto do Ministério da Administração Interna e do Ministério do Ambiente e da Ação Climática.


Segundo o mapa de freguesias prioritárias, publicado na terça-feira no Diário da República, as 1.002 freguesias prioritárias para efeitos de fiscalização da gestão de combustível este ano localizam-se em 168 dos 278 municípios de Portugal continental, sobretudo nas regiões do interior Norte e Centro.


Por distrito, Vila Real é o que tem mais concelhos com freguesias prioritárias identificadas este ano, com a presença de 34 municípios no mapa, seguindo-se Coimbra e Guarda, ambos com 14 concelhos cada, e Aveiro, Bragança e Santarém, cada um com 12 municípios com freguesias identificadas.


Em 2020, as 1.114 freguesias prioritários situavam-se em 186 concelhos do território continental português.


Noticia avançada pelo jornal “O Tabuense”.

544 visualizações